30 de out de 2009

passar..


Essa semana foi corrida. Tive uma trabalho imenso a fazer. E uma temida prova para estudar. Quinta - feira, ontem, tirei o dia para estudar ética com uma amiga. Fez muito calor ontem , assim como hoje. Mas o que quero esclarecer, nas horas vagas que tive ontem a noite e não trabalhei eu sentei-me na sacada, na companhia de um bom chimarrão. E então curti a minha companhia. Como estava muito quente, e já era tardinha, consegue deslumbrar o por do sol, que praticamente adoro. Vi crianças lépidas e faceiras correndo pra lá e pra cá. Brincando e saltitando. Observei vizinhos passeando com seus cachorros. Muitos vizinhos também fazendo as tradicionais caminhadas que voltam com tudo nesta época. É bom você quebrar a rotina ás vezes e ficar sentada olhando para nada, ou vendo o mundo passar. Legal esta sensação. Mas ao mesmo tempo, fico nostálgica. Pensando na minha infância, penso no tempo em que eu não trabalhava e não dava valor para algumas horas, que hoje para mim são importantes. É isso. De vez em quando...ver o mundo passar e se calar! Bom final de semana!!!

23 de out de 2009

Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama, pois elas
não estarão aqui para sempre.

Lembre-se de dar um abraço carinhoso em seus pais, num amigo,
pois não lhe custa um centavo sequer.

Lembre-se de dizer 'eu te amo' à sua
(seu) companheira(o)

e às pessoas que ama, mas, em primeiro lugar, se ame...

Um beijo e um abraço curam a dor,

quando vêm de lá de dentro.

Por isso, valorize sua familia e as pessoas que estão ao

seu lado, sempre!!!!!

Autor desconhecido

21 de out de 2009

fora de ar...


Na maioria das vezes tentamos fazer o que podemos. Melhor satisfazer, atender. Tem dias, que não conseguimos, fracassamos. E pra ser sincero, eu quero férias....

"vazio agudo ando meio cheio de tudo."
Paulo Leminski

19 de out de 2009

Pense...


Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

14 de out de 2009

A cidade da DIVERSIDADE


Ontem voltei de São Paulo. Passei o feriadão na terra da garoa. Fui na quinta e retornei na terça, como já havia escrito. Não conhecia São Paulo ainda. Os cinco dias em São Paulo foram muito bem aproveitados.
Fui com minha amiga Jorcenita. Fomos a Porto Alegre, de lá até o aeroporto Salgado Filho. A viagem de avião foi tranquila.
Quando chegamos lá, deixamos as coisas no hotel e saímos na Avenida Paulista. Quanto movimento! Pessoas! Carros!
Fomos em um barzinho na Rua Augusta. E caminhando pelas ruas pude observar como é a diversidade de pessoas que você encontra lá.
Na verdade são pessoas de todos os cantos do mundo. É chines, japonês, tem nordestino, carioca, gaúcho. É uma baita "misturança" que deu certo.
Visitei vários lugares legais ao lado da Jo , da Simone e do Zé.
Conheci a USP, a 25 de Março, o bairro Liberdade, o Brás, Masp, Pinacoteca, Estação Pinacoteca, Museu da Língua Portuguesa , fui na exposição do poeta, romancista, compositor e tradutor Paulo Leminski no Itaú Cultural. Conheci a livraria Cultura (me apaixonei), e outros lugares legais. E andei muito de metro.
Posso afirmar que adorei conhecer São Paulo e quem sabe morar lá.
gente com muita pressa e com muita fome e fora as favelas, que são muitas. Mas o que me chamou a atenção foi a simplicidade da maioria das pessoas. Todas muito simples. E agora afirmo também: SP também é o lugar onde tem pessoas mais bonitas.

7 de out de 2009




Por que eu sei que é amor

Titãs

Composição: Sérgio Britto e Paulo Miklos

Porque eu sei que é amor
Eu não peço nada em troca
Porque eu sei que é amor
Eu não peço nenhuma prova

Mesmo que você não esteja aqui
O amor está aqui
Agora
Mesmo que você tenha que partir
O amor não há de ir
Embora

Eu sei que é pra sempre
Enquanto durar
E eu peço somente
O que eu puder dar

Porque eu sei que é amor
Sei que cada palavra importa
Porque eu sei que é amor
Sei que só há uma resposta

Mesmo sem porquê eu te trago aqui
O amor está aqui
Comigo
Mesmo sem porquê eu te levo assim
O amor está em mim
Mais vivo

5 de out de 2009

...passou...


O primeiro amor passou. O segundo amor passou. O terceiro amor passou. Mas o coração continua.


Parte da poesia de Drummond

2 de out de 2009

Confirmado: Coldplay no Brasil em 2010


Os fãs da banda Coldplay, assim como eu, podem ver a sua banda de pertinho em 2010 aqui no Brasil. A banda confirmou, um show no Rio de Janeiro dia 28 de Fevereiro (Praça da Apoteose), e em São Paulo, no dia 2 de Março (Estádio do Morumbi). Fiquei muito feliz com a novidade! Depois de tanta espera! Adoro o som deles e é uma das minhas bandas favoritas. Agora só resta eu torcer para ter sorte ao comprar o ingresso!!! Vou conseguir!!!! E estarei lá...


VIVA LA VIDA

1 de out de 2009

Viva a volta de Deise!!!


Há três meses atrás postei um texto aqui falando da minha mãe adotiva da biblioteca. Ela á a Deise Moura, minha mãe. Deise foi afastada do trabalho a meses atrás devido a gripe A, pois já superou o câncer. E pessoas que tiveram câncer são mais vulneráveis a contrair a gripe. Então, Deise foi afastada. E eu, e vários amigos que gostam de Deise, sentimos muito a sua falta. No começo foi bem complicado. Eu sentia um vazio enorme. Quando minha mãe adotiva retornava do seu intervalo e almoço, íamos para as estantes guardar livros ou revistas e ficávamos falando da vida. Problemas, alegrias, dúvidas. Não importava o assunto, a companhia e os discursos de Deise eram mais importantes do que outras coisas. Conversando com ela, eu sentia que alguem realmente me ouvia e me dava conselhos. E quando Deise se afastou do trabalho, nossa. Muita saudade . Foi na ausência de minha mãe adotiva por muito tempo, que eu pude constatar o quanto ela é importante pra mim. Te adoro! E seja bem vinda amanhã!