15 de mar de 2008

Feliz da vida!

É ruim perder pessoas que gostamos. Perder em que sentido?
Não pela morte, mas pela ausência da mesma em nossa vida.
Hoje eu afirmo que faz muito tempo em que eu não me sentia tão leve e solta.
Muito tempo mesmo. Estou de bem comigo mesma, eu me amo, admiro o meu trabalho, meu esforço no estudo, tenho orgulho dos amigos que eu tenho e cuido dos “amigos”, aqueles que eu quero o bem. Estou me sentindo outra pessoa, uma Angélica mais feliz, feliza de verdade, aproveitando a vida, o momento, o presente!
Pra mim o passado sempre foi algo desejado e lembrado todo dia, com a lembrança.
Um belo dia me dei por conta, que o passado foi, que o ontem se foi, ano passado já eras, minha infância eu já vivi, eu cresci, as pessoas mudaram, eu amadureci, eu errei, eu aprendi, eu vou errar, e vou aprender, eu amei, eu vou amar, eu menti, eu vou mentir pro bem, eu vivi, eu vivo eu vou viver.
O passado não volta, ele se foi, como o assopro leve do vento, na brisa que tocou o meu rosto pela manhã.
Estou vivendo intensamente. Vivo o agora, é o que me resta.

Nenhum comentário: