1 de set de 2009

Outro lugar


Várias vezes. Isso posso afirmar. Muitas vezes. É.
E já deve ter acontecido com qualquer um.
Acontece algo, você respira, pensa mais que dez vezes e seu pensamento é o mesmo, você não para, e sua cabecinha vai imaginando coisas, que quando você cai na vida real, percebe que já não tem cabimento, é demais.
Isso me aconteceu hoje. Eu quase explodi e então chorei, porque chorar pra mim é uma terapia. E foi nesse momento que eu não queria estar no lugar que estava, na biblioteca.
Naquele instante eu queria estar em qualquer lugar, menos ali, respirando aqui.
Incrível que este pensamento logo se ausentou, depois voltei a normal "Angel", e continuei, caminhei.
É esses desejos, vontade que me fazem sair do ar. O porque daquele momento. Porque não outra hora?
É. Tem razão. Seria mais fácil se pudéssemos ao invés de viver, só imaginar. Na verdade o pensamento é pequeno demais para uma só vida!

2 comentários:

Cristiane Galvão disse...

Oiii,

Nada melhor do que chorar mesmo. Na verdade, muitas vezes tentamos esconder os nossos sentimentos, mas não se preocupe onde tenha sido. O importante é vc estar bem agora nesse momento,né?
Beijos e boa semana.
Cris.

Prussiano disse...

hmmm..... poderia ser qquer momento.... mas talvez fosse esse o momento adequado para vc 'botar pra fora' .... tbm não sei explicar. Mass... o importante é que vc tenha tranqüilidade para entender o porquê de vc estar assim... afinal, momentos de fragilidade todos temos... rs..

Grüße.... =]