14 de jan de 2008

Força?

Li esses dias uma cronica de Martha Medeiros em que ela escreveu dizendo que nunca saberia agir diante de um acidente. Ela não saberia se teria forças para reagir.
Um dia desses ela, querendo voltar pra casa, presenciou um acidente. Desceu do carro, foi prestar ajuda, levou pro hospital, e por sorte não houve morte.
Diante no susto, ela confessou que não sabe de onde tirou forças, coragem para ajudar a socorrer os acidentados.
Martha nos diz que de surpresa a força surgi e voce consegue lutar.
E concordo plenamente com o que ela nos diz. É inacreditável, mas só presenciando e vivendo os fatos que a gente consegue fazer e lutar sem ter medo e jamais desistir. Fico pensando como vou aguentar, se vou conseguir suportar a morte dos meus pais. Penso em morrer com eles. Mas sei que não é bem assim, nessas horas as forças surgem de algo que não sabemos explicar, de uma fé, acho também que seje experiencia de viver.
Os pequenos problemas de cada dia, que conseguimos resolver, no futuro servem de lição e aprendizado.
É isso. Problemas estão aí para serem resolvidos. E não tenha medo do que voce acha que tem medo. O tempo responderá por tudo!

Nenhum comentário: