24 de fev de 2010

???


Realmente o dia não foi dos melhores. Aquele sorriso não saiu facilmente. Basicamente eu precisava de sol. Eu precisava de mais paz, de abraço sincero.
Não entendo esses dias cinzentos, eu não a não explicação de tal situação.
Agora que eu tinha me curado, de todas aquelas coisas, e acontece.
Eu não entendo.
Eu não compreendo.
Eu não sublinho.
Eu não arrisco.
Ou como diz um amigo "Vejo em você muitas vontades que precisam ser liberadas". Bela frase. Exata frase. Mais que vontades? Que liberdade?
Do que você está falando? De quais problemas se refere?
Poxa, "você é muita estranha mesmo", mas do outro lado tão igual , tão exata, tão concreta.
É isso. Esquecer.
Esquecer.
O viver é tão curto. Somos tão únicos. Somos e não somos intensos.
Na verdade o que eu queria dizer, eu esqueci...

3 comentários:

Isa disse...

Oi! (:
Se permite opinar sobre a situação, acho que todos temos ânsias incuráveis e todos os dias tentamos vencê-las, precisamos fazer isso sempre. Penso que cada um é um infinito a ser descoberto.

Débora Canez disse...

Olá!! Passei para dizer que seu blog é muito tri, bem pessoal. E veja que temos dias esquisitos, que falta algo... Estamos sempre a procura.

Bjs gaúchos!!

Prussiano disse...

hmmm.... ânsias e desejos à parte, permita-me fazer um comentário ousado (por se referir à foto e não às suas palavras...):
"- Eita marzão mais maravilhoso"!

rsrs.....

abração !